MUDOU PARA

MUDOU PARA
www.ralphlichotti.blogspot.com/

www.ralphlichotti.blogspot.com/

www.ralphlichotti.blogspot.com/
www.ralphlichotti.blogspot.com/

domingo, 18 de abril de 2010

BEM FEITO PARA VIRADOURO TER CAIDO

NAO SE PODE INVERTER OS VALORES - LUGAR DE CRIANÇA É NA ESCOLA.

Não aguento a vontade de certos pais em querer fazer os filhos celebridades. Belo fiasco para uma escola de samba que sempre brigou e se manteve entre as finalistas, pena ser a minha… criança é para brincar de boneca. A VIRADOURO merecia uma rainha como sempre teve, que pena!

Situações como esta nos fazem refletir sobre questões morais e excessos diante de alguns eventos. É muito tênue os limites entre pornografia e arte, exploração infantil e incentivo ao talento artístico.

A polêmica é gerada pelo conflito entre a falta de tolerância e a excessiva atenção para determinados assuntos que precisam ser contextualizado.

Mas esta criança de 7 anos, não é qualquer criança, mas sim a filha do presidente da agremiação. Entretanto, não deixa de ser uma criança em um evento de adultos.

Entretanto não poderíamos impedir que crianças com veias artísticas pudessem exibir seus talentos: fotografia, televisão, teatro, pintura, dentre outras. É muito melhor que explorar o trabalho infantil e exigir que a criança faça o que não é esperado para uma criança (trabalho pesado, por exemplo) e que possam impedir sua vida infantil e seu processo de crescimento psíquico, emocional, intelectual e cultural,

Assim sendo, não me incomoda ver Julia Lira filha do presidente de 7 anos sambar, o que me incomoda e o Presidente por vaidade pessoal sabendo que tal fato ia repercutir mal pra escola, forçar a barra e jogar fora o trabalho de toda a comunidade.

Veja o que diz O GLOBO:

Depois de 19 anos no Grupo Especial, a Viradouro amarga o rebaixamento e vai desfilar no Acesso A em 2011. A vermelha e branca, única representante de Niterói na chamada elite do samba, não convenceu os jurados com o enredo “México, o paraíso das cores, sob o signo do sol” e perdeu pontos em todos os quesitos desde o começo da apuração, realizada na Apoteose. 

“Investi R$ 7 milhões nesse desfile. Fiz o melhor que pude para nossa comunidade. Vesti 3,2 mil pessoas da escola”, afirmou o presidente da Viradouro, Marco Lira.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------
RIO - Depois de sondar Thalia para assumir o posto de rainha de bateria da Unidos do Viradouro e ter desistido da cantora mexicana por conta das exigências feitas por ela, à escola de Niterói bateu o martelo e decidiu que a nova musa dos ritmistas da vermelho e branco será uma criança. A sortuda mirim em questão é Júlia Lira, filha do presidente Marco Lira. A menina de 7 anos apareceu à frente da bateria pela primeira vez no último fim de semana, quando foi testada pela diretoria, durante o ensaio técnico que a agremiação realizou na Sapucaí.
Primeira-dama da Viradouro, Mônica Lira comemorou a decisão do marido e acredita que a filha vai fazer sucesso com o público que for assistir ao desfile da escola, que será a quarta a entrar na avenida no domingo de carnaval:
- O Marco sempre teve vontade de colocar a Júlia na frente da bateria. E, no último ensaio, decidimos ver se ela iria aguentar o ritmo até o fim do Sambódromo. Como ela deu conta do recado e encantou as pessoas das arquibancadas, optamos por ela, que não faz as mesmas exigências das outras rainhas. Ela só pediu sorvete e, no fim do ensaio técnico, ganhou três picolés - revelou.
Enquanto negociava com a escola para ocupar a cobiçada vaga, que por cinco anos pertenceu à atriz Juliana Paes, Thalia exigiu um jatinho particular para trazê-la ao Rio no dia do desfile, dez seguranças, entre outros pedidos. Tantas exigências fizeram a Viradouro declinar do convite.
- Depois da Juliana, não teve quem a substituísse à altura. A Juliane Almeida, que foi escolhida num concurso da comunidade ano passado, não tinha carisma e jogou a oportunidade fora. E, enquanto muitas pedem várias coisas, preferimos nossa filha, que ficou feliz da vida por tomar sorvete. A Thalia estava fora da realidade quando pediu o que queria - afirmou Mônica.
Segundo a mãe, a menina é tímida, mas ao se deparar com o público perde totalmente a vergonha de sambar:
- Ela é muito discreta, mas é só colocar a Sapucaí na frente dela, pra ela se soltar. Antes, só dançava para o espelho e, quando via a novela "Caminho das Índias", ficava na frente da TV imitando as dançarinas da Globo. Não é por ser minha filha, mas ela está dançando lindamente - concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário