MUDOU PARA

MUDOU PARA
www.ralphlichotti.blogspot.com/

www.ralphlichotti.blogspot.com/

www.ralphlichotti.blogspot.com/
www.ralphlichotti.blogspot.com/

domingo, 30 de janeiro de 2011

Turista bêbado mata tubarão sem querer e vira herói


Turista bêbado mata tubarão sem querer e vira herói

O sérvio Dragan Stevic foi ao Egito apenas como turista, para se divertir - mas saiu como herói.

É que ele deu fim a um tubarão que a semanas aterrorizava o local, no resort Sharm El Sheikh.

Depois de tomar várias e várias, Dragan resolveu dar uma "bomba" no mar - aquele movimento em que você se encolhe todo antes de pular, para fazer voar água para todo lado.

Acontece que ele caiu com o traseiro bem na cabeça do tubarão, matando o bicho na hora.

O bebum foi instantaneamente alçado ao posto de herói local, após libertar a população. É que o tubarão já havia machucado três pessoas e matado outra.

Dragan está bem. Ele nadou até a margem depois do feito, mas agora está no hospital - mas por intoxicação de tanto beber álcool...

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Depois das chuvas

"Depois das chuvas

Alguns comentaristas já tiraram as conclusões necessárias. Todas as esferas de governo são responsáveis. Tá na cara que o governo federal investiu pouco em saneamento, por exemplo. Claro que município e estado estão em primeiro na fila, mas os políticos e os partidos políticos, no Brasil, não fazem obras necessárias mas que não aparecem.
A população é pouco educada, verdade. Mas nunca assisti a campanhas educativas quanto a se jogar o lixo em qualquer lugar. Não será porque as prefeituras não cobrem, em sua coleta, as regiões mais abandonadas das cidades? A população só se educa quando os governos fazem seu papel.
No mais, cabe, em primeiro lugar, ressaltar a solidariedade da população brasileira.
Em segundo lugar, denunciar um ambientalismo imbecil. Houve quem declarasse que a natureza não causa tragédias. Causa. É preciso acabar com esta história de que a natureza é perfeita e tem boa índole. Ambientalistas imbecis comprometem a causa". Vladimir Palmeira

domingo, 16 de janeiro de 2011

QUE É GLOBALIZAÇÃO ? *

SIMPLESMENTE FANTÁSTICA A DEFINIÇÃO.

Pergunta: Qual é a mais correta definição de Globalização? 

Resposta: A Morte da Princesa Diana.. 

Pergunta: Por quê? 

Resposta: Uma princesa inglesa com um namorado egípcio, tem um acidente de carro dentro de um túnel francês, num carro alemão com motor holandês, conduzido por um belga, bêbado de whisky escocês, que era seguido por paparazzi italianos, em motos japonesas. A princesa foi tratada por um médico canadense, que usou medicamentos americanos. E isto é enviado a você por um brasileiro, usando tecnologia americana (Bill Gates) e provavelmente, você está lendo isso em um computador genérico que usa chips feitos em Taiwan e um monitor coreano montado por trabalhadores de Bangladesh, numa fábrica de Singapura, transportado em caminhões conduzidos por indianos, roubados por indonésios, descarregados por pescadores sicilianos, reempacotados por mexicanos e, finalmente, vendido a você por chineses, através de uma conexão paraguaia 
Isto é,  *
GLOBALIZAÇÃO!!!* 

QUEM SOU EU?

Nesta altura da vida já não sei mais quem sou... Vejam só que dilema!!!

Na ficha da loja sou CLIENTE, no restaurante FREGUÊS, quando alugo uma casa INQUILINO, na condução PASSAGEIRO, nos correios REMETENTES, no supermercado CONSUMIDOR.

Para a Receita Federal CONTRIBUINTE, se vendo algo importado CONTRABANDISTA. Se revendo algo, sou MUAMBEIRO, se o carnê ta com o prazo vencido INADIMPLENTE, se não pago imposto SONEGADOR. Para votar ELEITOR, mas em comícios MASSA, em viagens TURISTA, na rua caminhando PEDESTRE, se sou atropelado ACIDENTADO, no hospital PACIENTE. Nos jornais viro VÍTIMA, se compro um livro LEITOR, se ouço rádio OUVINTE. Para o Ibope ESPECTADOR, para apresentador de televisão TELESPECTADOR, no campo de futebol TORCEDOR. 

Se sou flamenguista, SOFREDOR. Agora, já virei GALERA. (se trabalho na ANATEL, sou COLABORADOR) e, quando morrer... uns dirão... FINADO, outros... DEFUNTO, para outros... EXTINTO , para o povão... PRESUNTO... Em certos círculos espiritualistas serei...DESENCARNADO, evangélicos dirão que fui... ARREBATADO...

E o pior de tudo é que para todo governante sou apenas um IMBECIL!!! E pensar que um dia já fui mais EU. 

CHUVAS DA SERRA MATA MAIS QUE BANDIDOS DA VILA CRUZEIRO E COMPLEXO DO ALEMÃO

CHUVAS DA SERRA MATA MAIS QUE BANDIDOS DA VILA CRUZEIRO E COMPLEXO DO ALEMÃO

Na ocupação no Conjunto de Favelas do Alemão, na Zona Norte do Rio, 156 pessoas foram presas e 21 menores detidos. O balanço, divulgado pela Polícia Civil do Rio, foram apreendidos 36 toneladas de maconha e 563 armas, inclui ainda as ações na Vila Cruzeiro, na Penha, também Zona Norte.

O balanço mostra ainda que, durante o período, 440 veículos roubados foram recuperados, sendo 400 carros e 40 motos.

Os números, segundo a assessoria da Polícia Civil, foram contabilizados de 21 de novembro a 16 de dezembro. As estatísticas apontam que 36 toneladas de maconha foram apreendidas nas favelas. Os policiais também recolheram 563 armas e 60 explosivos, entre granadas, bombas e material bélico.

E ALGUMAS POUCAS BAIXAS PERTO DA VIOLÊNCIA DAS CHUVAS DA SERRA.

Os números de mortos após as chuvas na Região Serrana do RJ chegou a 630, segundo as prefeituras.

Pelos últimos levantamentos dos municípios, são 286 mortos em Nova Friburgo, 267 em Teresópolis, 56 em Petrópolis,19 em Sumidouro e 2 em São José do Vale do Rio Preto. 

Em Teresópolis, a prefeitura informou que a Central de Cadastro de Desaparecidos recebeu a reclamação de que 88 pessoas estariam desaparecidas. Em Petrópolis, há 36 desaparecidos, segundo a prefeitura.

Em Sumidouro, há outros cinco. Já em Nova Friburgo, a prefeitura informou que não há levantamento sobre desaparecidos.

Já a Secretaria estadual de Saúde e Defesa Civil informou que o número de mortos é 631, sendo 287 em Nova Friburgo, 269 em Teresópolis, 56 em Petrópolis e 19 em Sumidouro. O número de desabrigados e desalojados chega a 13.830, segundo o governo do estado. 

Segundo a Polícia Civil, 625 corpos já foram identificados pelos peritos do IML (Instituto Médico Legal), sendo 284 em Teresópolis, 263 em Nova Friburgo, 55 em Petrópolis, 19 em Sumidouro e 4 em São José do Vale do Rio Preto.

O governador Sérgio Cabral decretou estado de calamidade pública em sete cidades: Nova Friburgo, Teresópolis, Petrópolis, Bom Jardim, São José do Vale do Rio Preto, Sumidouro e Areal.

Segundo o comandante-geral da Polícia Militar, Mário Sérgio Duarte, comerciantes que se aproveitarem da tragédia paraaumentar de maneira abusiva os preços de produtos nas áreas afetadas serão levados para a delegacia. Na capital do estado, os preços de verduras e legumes dispararam.

Prefeito de Itaperuna morre de pneumonia


O Prefeito de Itaperuna, Cláudio Cerqueira Bastos, de 91 anos, morreu na manhã deste domingo (16). Ele estava internado desde o último dia 28 de dezembro com pneumonia.
Conhecido como Highlander, o guerreiro imortal, Bastos estava no terceiro mandado na prefeitura de Itaperuna. Casado, o prefeito deixou três filhos e sete netos. Ele completaria 92 anos no próximo dia 24.
Uma das filhas de Bastos, Claudete Cerqueira, é secretaria de governo em Itaperuna.
Através de nota, o governador Sérgio Cabral lamentou a morte do prefeito. "O povo de Itaperuna perdeu um grande parceiro, alguém que amava a sua cidade e trabalhava incansavelmente para melhorá-la. É esse o exemplo que ele deixa."

OAB - CONSELHO FEDERAL


Caros colegas advogados e advogadas.


É do conhecimento de todos a tragédia que ocorre nos Estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo, decorrentes das chuvas nesse início de ano. Muitos dos senhores tem notícia pela imprensa e certamente vários tem acompanhado pessoalmente o drama das vítimas.

E o estarrecimento diante dos fatos, unido ao objetivo de amenizar o sofrimento desses cidadãos brasileiros, nos leva a tomar a iniciativa de convocar os 700.000 advogados brasileiros a contribuir com pelo menos R$ 50,00 destinados à Cruz Vermelha dos Estados envolvidos (RJ, SP e MG), pois a única forma de diminuir a dor por que passam essas pessoas que perderam os seus lares e entes queridos é conferindo-lhes um mínimo de dignidade para que possam reconstituir as suas vidas.

Fraternalmente.


Ophir Cavalcante Junior
Presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil