MUDOU PARA

MUDOU PARA
www.ralphlichotti.blogspot.com/

www.ralphlichotti.blogspot.com/

www.ralphlichotti.blogspot.com/
www.ralphlichotti.blogspot.com/

domingo, 16 de janeiro de 2011

CHUVAS DA SERRA MATA MAIS QUE BANDIDOS DA VILA CRUZEIRO E COMPLEXO DO ALEMÃO

CHUVAS DA SERRA MATA MAIS QUE BANDIDOS DA VILA CRUZEIRO E COMPLEXO DO ALEMÃO

Na ocupação no Conjunto de Favelas do Alemão, na Zona Norte do Rio, 156 pessoas foram presas e 21 menores detidos. O balanço, divulgado pela Polícia Civil do Rio, foram apreendidos 36 toneladas de maconha e 563 armas, inclui ainda as ações na Vila Cruzeiro, na Penha, também Zona Norte.

O balanço mostra ainda que, durante o período, 440 veículos roubados foram recuperados, sendo 400 carros e 40 motos.

Os números, segundo a assessoria da Polícia Civil, foram contabilizados de 21 de novembro a 16 de dezembro. As estatísticas apontam que 36 toneladas de maconha foram apreendidas nas favelas. Os policiais também recolheram 563 armas e 60 explosivos, entre granadas, bombas e material bélico.

E ALGUMAS POUCAS BAIXAS PERTO DA VIOLÊNCIA DAS CHUVAS DA SERRA.

Os números de mortos após as chuvas na Região Serrana do RJ chegou a 630, segundo as prefeituras.

Pelos últimos levantamentos dos municípios, são 286 mortos em Nova Friburgo, 267 em Teresópolis, 56 em Petrópolis,19 em Sumidouro e 2 em São José do Vale do Rio Preto. 

Em Teresópolis, a prefeitura informou que a Central de Cadastro de Desaparecidos recebeu a reclamação de que 88 pessoas estariam desaparecidas. Em Petrópolis, há 36 desaparecidos, segundo a prefeitura.

Em Sumidouro, há outros cinco. Já em Nova Friburgo, a prefeitura informou que não há levantamento sobre desaparecidos.

Já a Secretaria estadual de Saúde e Defesa Civil informou que o número de mortos é 631, sendo 287 em Nova Friburgo, 269 em Teresópolis, 56 em Petrópolis e 19 em Sumidouro. O número de desabrigados e desalojados chega a 13.830, segundo o governo do estado. 

Segundo a Polícia Civil, 625 corpos já foram identificados pelos peritos do IML (Instituto Médico Legal), sendo 284 em Teresópolis, 263 em Nova Friburgo, 55 em Petrópolis, 19 em Sumidouro e 4 em São José do Vale do Rio Preto.

O governador Sérgio Cabral decretou estado de calamidade pública em sete cidades: Nova Friburgo, Teresópolis, Petrópolis, Bom Jardim, São José do Vale do Rio Preto, Sumidouro e Areal.

Segundo o comandante-geral da Polícia Militar, Mário Sérgio Duarte, comerciantes que se aproveitarem da tragédia paraaumentar de maneira abusiva os preços de produtos nas áreas afetadas serão levados para a delegacia. Na capital do estado, os preços de verduras e legumes dispararam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário